De Laço Nos Tentos

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Indiada guapa de laço nos tentos bate no rumo que o boi se apartou
O brasino alçado de fasil forrado se foi num mato nem rastro deixou
Nesta mirada em que a cavalhada de tranco firme bandeia o passo
Do outro lado uma ponta de gado pra um dos vacanos se enquadra o vistaço

À trote largo de laço nos tentos batendo loros se vai a indiada
Campeando o rastro deste boi ventena quatro torena nesta campereada
De laço nos tentos e bem de à cavalo deu pra bombeá-lo num molho sombreado
Perto ao rodeio os quatro campeiros armando laço direito ao porfiado

Num cabajaço atropelo o oveiro e o boi matreiro pressente e dispara
No primeiro tiro o capataz guenacho num lançante abaixo piárama a bala
O boi levanta pela bataquada e a gauchada na lida campeira
De laço estendido e chapéu tapiado levando o porfiado pro altar da mangueira

À trote largo de laço nos tentos batendo loros se vai a indiada
Campeando o rastro deste boi ventena quatro torena nesta campereada
De laço nos tentos e bem de à cavalo deu pra bombeá-lo num molho sombreado
Perto ao rodeio os quatro campeiros armando laço direito ao porfiado

Indiada guapa de laço nos tentos bate no rumo que o boi se apartou


Autor(es): Jari Terres / Luiz Marenco

Las canciones más vistas de

Luiz Marenco en Agosto