Haikaiss

De Longe

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Eu quero estar de longe mas por perto,
Eu quero pra vida inteira um destino incerto
Eu contratei um segurança pra te levar pra jantar
Minha vida é tão corrida viajo pra tão longe,
Pra provar meu amor que eu sei que as vezes se esconde
Eu comprei umas flores vou mandar minha produção te entregar

É tudo que não compreendo
Eu sei que nunca me contento
Eu quero fazer canções
Que eu não precise tocar
Incrível o jeito que rejeita
Distante é tão perfeita
Igual a um vizinho que nunca vai reclamar

Minha querida, eu te entendo bem! E te quero bem
Tem quem fuja de si, sem perceber
Vem! E escuta o que eu ouvi, me estuda
E sente o quanto eu me envolvi também
Se busca uma solução pra ouvir na consolação
Não vira! Sou vira-lata que vive de inspiração
Dividindo o universo de aceitação, no verso
Não espero, um dia te peço em casamento

É tudo que não compreendo
Eu sei que nunca me contento
Eu quero fazer canções
Que eu não precise tocar
Incrível o jeito que rejeita
Distante é tão perfeita
Igual a um vizinho que nunca vai reclamar

Flores, espinhos machucam só longe delas
Não entendo o por quê, um sentido em você
Após alguns beijos me levou
Trouxe a você a tela, só falta encontra as cores
Me ajude a tentar esquecer o mau
Dores, cicatriz que difere poetas de atores

Já sinto o perfume vindo de fora
Mas o vento que te traz é o mesmo vento que te leva embora
O efeito do grão prevalece, não se esquece
Cresce, com o carinho do lábio a alma umedece
Em minhas orações você de prece

É tudo que não compreendo
Eu sei que nunca me contento
Eu quero fazer canções
Que eu não precise tocar
Incrível o jeito que rejeita
Distante é tão perfeita
Igual a um vizinho que nunca vai reclamar


Autor(es): Pedro Qualy, Rafael Spinardi, Victor Oliveira