De Rolha na boca

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Nena vinha do cinema
Encontrou uns marginais
Que disseram é um assalto
E você daqui não sai
Ficou muito apavorada
E gritava feito louca
Para que ninguém ouvisse
Arrolharam a sua boca

Levaram o dinheiro
Rasgaram-lhe a roupa
Botaram um rolha na sua boca

Desprevenida de tudo
E com a boca arrolhada
Sem ninguém pra lhe ajudar
Lá pras tantas veio um guarda
Diga o que aconteceu
Pra ladrão eu não dou sopa
Ela nada respondeu
Tava de rolha na boca


Autor(es): João Gonçalves / Micena Do Icó

Las canciones más vistas de

Edson Duarte en Agosto