Desejo

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Não é tão raro como antes
Nem tão forte ou permanente
É passivo-dissonante
Irracional-inconseqüente

Não é mais são nem tão maduro
Hoje é podre e doente
Raso, frágil, inseguro,
Juvenil, imaturo e decadente.

Parece que é puro egoísmo
E se for dessa forma
Quase todo mundo sente

Mas a verdade é que é santo
Querendo ou não todo humano sente
Está no consciente e no inconsciente

Na pele,
Na carne,
No sangue,
Na alma,
No fundo dos olhos,
Na superfície do âmago,
Adentro da mente.


Autor(es): Franklin Emmanuel Da Silva Mano

Las canciones más vistas de

Franklin Mano en Agosto