Desorientado

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Não pude perceber quando as flores começaram a murchar
Nem mesmo me toquei quando o inverno invadia o seu olhar
Porque acreditei que até logo não iria ser adeus
Porque imaginei que o paraíso era eternamente meu

Ingenuidade minha era acreditar
Que a chama desse amor eterno não iria se apagar
Tão desatento eu não percebi
Você tentava me falar o que eu não podia ouvir

Sozinho eu fiquei
Sem rumo eu chorei
Completamente desorientado

Assumo eu errei
Tá na cara
O nosso amor gritava por socorro
E eu não escutava


Autor(es): Sorocaba

Las canciones más vistas de