Despedida

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Adeus minha boemia
Longas noites de orgia, perdição dos dias meus;
Venho dar a despedida
A quem vive nesta viva sem a luz da paz de Deus.

Sou a sombra de um homem
Que as mulheres dão o nome de um vagabundo qualquer;
Ainda a chamam de idiota
Quando um homem se derrota por gastar de uma mulher.

Pra viver onde ela vive
Eu perdi tudo que eu tive sem ganhar seu coração
Sou como uma sombra que vaga
Como um barco que naufraga nas ondas da perdição.

Não nego que gosto dela
Mesmo sabendo que ela deseja meu triste fim
E brindando meu fracasso
Ela com outro nos braços vive sorrindo de mim.

Las canciones más vistas de