O Último Número

Destino

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

O que aconteceu comigo?
Não éramos todos bons?
Se não aparo as arestas
O horror à vergonha n'alma
É este o meu castigo
O meu castigo

Queria alívio
Ou queria desistir
Da ilusão de estar eternamente perto
Posso tocar, se quiser
Posso tocar, se quiser
E sempre etereamente, à parte
Tempo de vender a alma ao deus cego
E esperar pela graça de viver e morrer
De viver e morrer

Tempo de vender a alma ao deus cego
E esperar pela graça de viver e morrer
De viver e morrer


Autor(es): Jair Gatto

Canciones más vistas de

O Último Número en Septiembre