Descaminhos

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

O dia mais triste foi quando ela disse
Não te quero mais
Partimos errados, cada um pra um lado
Em busca de paz

Palavra doída foi quando ela disse
Não te quero mais
Pagamos tão caro, nem eu e nem ela
Vivemos em paz

Descaminhos
Dois barcos perdidos, dois loucos varridos
Duas aves feridas

Andando sem rumo
Nos becos, tabernas, onde só tem ida
São descaminhos da vida

Descaminhos
Dois barcos perdidos, dois loucos varridos
Duas aves feridas

Andando sem rumo
Nos becos, tabernas, onde só tem ida
São descaminhos da vida

São becos do mundo, lugar dos andantes
Lugar dos errantes buscando saída
Sofremos calados, vivemos errados
São descaminhos da vida

Descaminhos
Dois barcos perdidos, dois loucos varridos
Duas aves feridas

Andando sem rumo
Nos becos, tabernas, onde só tem ida
São descaminhos da vida

Descaminhos
Dois barcos perdidos, dois loucos varridos
Duas aves feridas

Andando sem rumo
Nos becos, tabernas, onde só tem ida
São descaminhos da vida


Autor(es): Francisco de Assis / José Caetano Erba

Las canciones más vistas de