Descarrilhar

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Você é assim
E mais uma vez
Você chegou ao topo
Próximo do fim
No limite de sua insensatez
Um redemoinho
Um buraco negro
E você sozinho
Se aprofunda
Mais e mais
De cabeça
Se joga
Ajustes...
Instantes finais
Um pulo
Um mergulho
Sua piscina de vaidades
Se esgota pelo ralo
Se esvazia
E suas verdades?
Sempre vazias

Uma tonelada
O peso de sua consciência
Atolada
Negligência
O fogo consome
Suas pérolas
E seu nome
Falso como suas palavras

Pare!
Desçam as cortinas
O seu show uma fraude
Por detrás da casca
Podre
Está um facínora
Vende
E compra
Aliciando
Se alimenta de boas intenções
Se empanturrando
Cheio de más intenções
Que vão além...
É o fim da linha
Para você neste trem
Descarrilha
Um sabotador
Acelerando mentiras sem parar
Uma pane repentina
Em seus freios e motor
Só assim
Você irá chegar
No seu inevitável fim


Autor(es): Gambeta

Las canciones más vistas de

Gambeta en Agosto