Descendo Na Banguela

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Vieram os doido gritando "Larga essa muquiça"
É tão feia que parece até um cão com lombriga
Olha direito que dá medo, vem com nós enquanto é cedo
Eu sei que essa é daquela que curuba os dedo

A gente sabe onde chegar... No Jerivá

O dia tá só começando, mato véio fumegando
Senta o pé nessa jipeira que o mar não tá chegando
O ar ta todo enfumaçado no coro desenfreado
Os pneus assoviando é os malucos do cerrado

Se o jipe veio aguentar... Vamos chegar

Vai, vai, vai! O cheiro de rabo que a maresia traz
Uma bundinha a milanesa é o que nos satisfaz
E a Lingüiça com pimenta na entrada que ela aguenta
Esfomeada, sedenta querendo mais

Tão indecente a minha veia tão saliente... Gol!

Se perdemos no caminho, a chuva forte veio vindo
Com a capota arregaçada o que sobrou num faz um fino
O tempo ruim foi melhorando, os peixe-bunda mergulhando
E os doido na areia quente, correndo, gritando

Fico aqui não vou voltar
O que um green desse não faz
Na banguela eu desço mais
Fico aqui não vou voltar

Vai, vai, vai! O cheiro de rabo que a maresia traz
Uma bundinha a milanesa é o que nos satisfaz
E a Lingüiça com pimenta na entrada que ela aguenta
Esfomeada, sedenta querendo
Mais, mais, mais! O cheiro de rabo que a maresia traz
Uma bundinha a milanesa é o que nos satisfaz
Linguiça com pimenta na entrada que ela aguenta
Esfomeada, sedenta querendo mais

Tão indecente, querendo mais
Tão saliente, querendo mais

Las canciones más vistas de

Raimundos en Agosto