Desiludido

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Te coheci numa casinha pequenina
Muito modesta o soalho era de chão
Entre as paredes sua amiga era a pobreza
Era tão pouco a migalha do seu pão
Lhe dei mão melhorei a sua vida
Já eras linda mais bonita ainda ficou
Só eu não sei se foi por pena ou por amor
Que esse infeliz da miséria lhe tirou
Com sacrificio eu lhe trouxe pra cidade
E meu pão que era maior eu reparti
Meu coração que pertencia para outra
Busquei de volta e também lhe ofereci

Seu coração você também me presenteou
Me enganou você mentiou que era só meu
A poucos dias encontrei com outro dono
Do coracao que voce me ofereceu
Eu lutei eu briguei por meu amor
Pra defender-lhe da miséria outra vez
Me defendi mas fiquei dali pra cá
Desiludido com tudo que você fez
Ultimamente nós vivemos só brigando
Você provoca a nossa separação
Só tem conforto no seu lindo apartamento
E não precisa mais de quem lhe deu a mão

Não vá pensa que vida só tem uma escada
Essa que sobe so que você conhece
Desconfiei do seu amor não lhe mostrei
A outra escada que na vida a gente desce
Depois que desce a escada do castigo
É muito tarde para se arrepender
Ai se ve que a vida não vale nada
Não vale nada mas vale pena viver
Embora eu sofra sinta muita falta sua
Me manda embora vou agora é natural
Toda mulher sem coração e sem juizo
Cedo ou mais tarde ela sempre paga mal

Las canciones más vistas de

Teixeirinha en Octubre