Destino de Piá

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Aquele piá que brincava de boiada
Enforquilhado num bambu era tropeiro
Os corredores que trilhou quebrando geada
Nunca passaram dos limites do terreiro,
Naquele espaço foi cercando uma invernada
Fez a pastagem pra engordar gado de corte
Tinha um galpão com fogo logo na entrada
Frente ao contrário do minuano vento forte.


E assim foram muitos campeiros forjados
Uns domadores, outros peões ou fazendeiros
Alguns se foram povoar outros estados
Todos gaúchos do garrão sul-brasileiro.


Na terra fértil foi semeando sua vida
Cravou raizes que brotaram desse chão
A brincadeira foi empurrando pra lida
E aquele piá se transformou em peão,
Campeiro nato se firmou na trajetória
E foi viver a realidade lá da estância
Em muitas noites no silêncio da memória
Escuta vozes relembrando sua infância.


E assim foram muitos campeiros forjados...


É bom sonhar com as coisas boas da vida
Que trazem paz e alegria ao coração
Aquele piá e sua história nos convidam
A relembrar as brincadeiras do rincão,
Ainda lembra quando morava pra fora
Que a mãe pedia, filho ajuda por favor
Vou à cacimba buscar água pra senhora
Cortar a lenha e carregar do picador.

E assim foram muitos campeiros forjados...

Las canciones más vistas de

Vanoci Marques en Agosto