Deusa das Águas

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Terras fortes
Terras gentes
De Pocemas e Porecês
Dos sons dos dos Quararás
Das águas das cachoeiras
A deusa desencantou-se
Nas brancas praias de areias
Com ela veio cantando
Lindas e belas sereias

Sereias dos mais longe açores
Sereias dos pescadores
Fantástica porta-cores
Porta-cores de amores

Metade escama de peixe
Metade-menina

No chão da nação
Se transforma em sereia
Dançando ciranda
Levanta bandeira

Dança cirandeira Glenda (2x)
Pro encanto não acabar
Dança cirandeira Glenda

Dança ao son do Teró
Pedindo pra preservar
As águas dos Solimões
E do imenso rio-mar

Nas espumas flutuantes
Vagueia o pirarucu
Na calmaria dos lagos
De Manacapuru

Quem ama preserva
Degradação não
O direito à vida
Está em suas mãos


Autor(es): Paulo Roberto / Rosinda Teles

Las canciones más vistas de

Guerreiros Mura en Agosto