Diário de Um Vampiro

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Não vejo mais as cores são o meu passado
Lembranças são recordações
E um dia que se foi
Durante o dia eu fecho os olhos

Abro os olhos já é noite
Tudo escuro novamente
Minha noite será eterna
Eternamente obscura
Sem você não há razão

Não as vejo mais
Não as quero mais
As cores são o meu passado
Lembranças são recordações
E um dia que se foi
Durante o dia eu fecho os olhos

Abro os olhos já é noite
Tudo escuro novamente
Minha noite será eterna
Eternamente obscura
Sem você não há razão

Não as vejo mais
Não as quero mais
As cores são o meu passado
O contato no retrato
Livre velhas
Recordações

Não as vejo mais
Não as quero mais
As cores são o meu passado
O meu visual
Será de luto
Visto escuro
No céu noturno

O morcego voa a noite
Voa... Voa... Voa a noite
Pelos castelos cemitérios e catedrais
O morcego voa a noite
Voa... Voa... Voa a noite
No oceano o céu escuro
O infinito me seduz

Não as vejo mais
Não as quero mais
As cores são o meu passado
O meu visual
Será de luto
Visto escuro
No céu noturno


Autor(es): Anderson Alencar

Canciones más vistas de

Banda Desarme en Febrero