Doce Vingança

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Mostre-lhe as marcas deixadas na carne
Por homens que eram a lei
Mostre-lhe a alma ferida
E cavada de quem sempre quis ser alguém

Junte as forças que foram perdidas
E o sangue que o tempo apagou
Volte pra luta, cabeça erguida
Conforme seu pai lhe ensinou

Vai, tem que lutar
Tem que matar
Pra não morrer

Vai, tem que lutar
Tem que matar
Tens o poder

Quando roubaram a luz dos seus olhos,
Pensaram que fosse o final
Mas se esqueceram que aqui na terra,
O mal se paga com o mal

Tome as mulheres, acabe com vidas
Que sempre lutaram em vão
Beba o sangue dos seus inimigos
Na taça da consagração

Canciones más vistas de

Salário Mínimo en Febrero