Doida como ninguém

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Essa mulher é doida
É doida como ninguém
Atira pedra pra lua
E corre na frente do trem

Quando eu me casei com ela
Ela era muito boa
Hoje esta tão diferente
Até parece outra pessoa
Sua língua tão fina
Queima mais que uma brasa
Ou ela muda de vida
Ou não volto mais pra casa

Eu sinto que nossa vida
Esta caminhando pro fim
Já não liga pras crianças
Já não cuida mias de mim
Ela passa o dia inteiro
Sempre nesse vai e vem
Mulher doida igual a minha
Nesse mundo ninguém tem


Autor(es): Alcymar Monteiro

Canciones más vistas de

Edson Duarte en Febrero