Dinheiro

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

DINHEIRO
FACE DA MORTE
Aí satisfação meu nome é dinheiro meus mandamentos a guerra é o primeiro.
Eu sou a serpente da nova era eu vim pra seduzi os filhos de adão e Eva você quer saber conhecer meu poder olha a seu redor e ira perceber que Jesus vai voltar, mas eu cheguei primeiro por isso nesse mundo hoje tudo tem preço sou eu que ponho a criança no sinal rasgada e se humilhando por centavos de real depois levo álcool pra mãe dele se matar e me transformo em crack pra ele cachimbar faço irmão matar irmão por causa de herança eu levo arma pro morro e seqüestro a infância distribuo a ganância em forma de papelote acendo o estopim da guerra e que vence o mais forte morre do povo e também morre policia que saber onde eu to há, há eu to na suíça eu faço pai e mãe botar filho pra fora filho rouba pai e mãe pra poder usar droga eu sou a própria semente da discórdia Romeu e Julieta eu e a droga minha amada amante o casamento perfeito eu já te disse meu nome meu nome é dinheiro.
[refrão]
A serpente da ambição vem do s do cifrão, sou o dono do mundão, a grade da ambição prende o s do cifrão, sou o dono do mundão, ambição te traz grade, mas advogado não, sou o dono do mundão, minha missão é te prender no cativeiro da ambição sou o dono do mundão.
Se não fosse eu não tinha pobre nem rico se tem que me entender pra compreender tudo isso sou o pastor que prega a vaidade fui eu quem criou a sociedade de classe sou o corretor da bolsa de valores comprando sentimentos negociando amores sou o jardineiro minhas flores suas dores semeio a ganância pra colher pecadores sou o juiz que aplica pena em quem merece pena, primário, ladrão de feira, batedor de carteira, se não tem minha companhia nos acerto em alfazema não devia dar um toque, mas sim ligar na cena Deus inspirou e o homem botou no papel um camelo fez agulha um rico não entra no céu quero é que se foda minha lei ema, ema se deve estar ligado é cada um com seus problemas vim pra espalhar e não pra juntar eu rasgo a fidelidade eu destruo seu lar faço mãe de família largar da família seduzida pelo brilho dos faróis de milha de um mustang vermelho conversível invocado que meu pai trocou na alma de um velho arrombado seis conhecem meu pai meu pai é o diabo seis jogam a culpa nele por tudo que eu faço.
[refrão]
A serpente da ambição vem do s do cifrão, sou o dono do mundão, a grade da ambição prende o s do cifrão, sou o dono do mundão, ambição te traz grade, mas advogado não, sou o dono do mundão, minha missão é te prender no cativeiro da ambição sou o dono do mundão.
Vai quanto mais se me tem se me quer se você tiver comigo tem tudo que quiser sou o pai da mentira, mas vou dizer uma verdade eu só pago vaidade não to com realidade não encontrei a formula pra neutralizar a energia que a criança manda em seu olhar, o sorriso de uma mãe no ato de amamentar o amor verdadeiro existe e ta lá eu preciso trabalhar pra você não encontrar a felicidade é um diamante gigante nos pequenos detalhes é onde ele se esconde, mas faço meu papel vim destruir o homem antes do clone eu já clonava opressor na matemática, da guerra eu sou um professor divido a sociedade subtraio a maldade multiplico a vaidade e somo a mediocridade agora vou te mostrar o resultado na pratica o berço da humanidade si se não sabe é a áfrica escolhi os negros, pois nasceram primeiro fiz irmão vender irmão pro navio negreiro faço empresário agonizar no cativeiro sou o próprio egoísmo domino o mundo inteiro sua farinha é pouca meu pirão primeiro já te disse meu nome meu nome é dinheiro.
[refrão]
A serpente da ambição vem do s do cifrão, sou o dono do mundão, a grade da ambição prende o s do cifrão, sou o dono do mundão, ambição te traz grade, mas advogado não, sou o dono do mundão, minha missão é te prender no cativeiro da ambição sou o dono do mundão.

Las canciones más vistas de