Dois Prisioneiros

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Te fizeram prisioneiro passarinho
Na gaiola que ninguém queria estar
Nem parece mais aquele que na mata
Em gorjeio em serenata vivia sempre a cantar.

Eu também sou prisioneiro, passarinho
Na gaiola de um coração malfeitor;
Uma ingrata que parece todo instante
Com sorriso delirante zombando da minha dor.

Mais um dia haverá que esta gaiola
Seu cadeado todo enferrujará
E batendo suas asas fortemente
Com seus filhinhos contente ao teu ninho voltará.

Eu também espero que esta dia chegue
Para o orgulho desta ingrata terminar
Moraremos numa casa campesina
Onde espero na colina ouvir teu lindo cantar.

Las canciones más vistas de