Dois Martelos

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Ele
Alô, alô povo querido/que gosta de ouvir duelo
Então nos preste atenção/vai se bater dois martelo
A moça bate primeiro
Ela
Com uma vara de marmelo/com uma vara de marmelo
A moça bate primeiro/o meu martelo te pega
Mande chamar o coveiro/pra enterrar o teixeirinha
Ele
Dentro do teu travesseiro/dentro do teu travesseiro
Prá enterrar o teixeirinha/só assim a moça linda
Não vai mais dormir sozinha/terás o mais lindo sonho
Ela
Tu tens praga de madrinha/tu tens praga de madrinha
Terei o mais lindo sonho/credo em cruz ave maria
Sai daqui bicho medonho/só me falta gasolina
Ele
Então deixa que eu reponho/então deixa que eu reponho
Só te falta gasolina/encho o tanque e acelero
Levo prá casa a menina /que o amor seja bendito
Ela
Só se tu faz a faxina/só se tu faz a faxina
Que o amor seja bendito/repare se eu vou querer
Esse cara de cabrito/que leva uma vida atôa
Ele
Tu que não tem cabrito/tu que não tem cabrito
Que eu levo uma vida a tôa/agora fiquei zangado
Sai daqui minha leitoa/cala a boca e não provoca
Ela
Eu seco a tua lagoa/eu seco a tua lagoa
Cala a boca e não provoca/parece aqueles mosquitos
Que chamam de murisoca/se eu fosse fole de gaita
Ele
Espichava igual minhoca/espichava igual minhoca
Se fosse fole de gaita/já vi que não és de nada
E eu sou um caboclo taita/no desafio sou gigante
Ela
A tua burrice é baita/a tua burrice é baita
No desafio é gigante/te acho mais parecido
Com tromba de elefante/só tô te dando um floreio
Ele
Precisa tomar purgante/precisa tomar purgante
Só tá me dando um floreio/tu pensas que és bonita
Mas o teu nariz é feio/e eu sou um cara querido
Ela
Feitiço do meu rodeio/feitiço do meu rodeio
Diz que és cara querido /pensa que és mas não é
Tu és mesmo é convencido/eu sim que tenho beleza
Ele
Hoje eu te rasgo o vestido/hoje eu te rasgo o vestido
Tu disse que tem beleza/toda gatinha minhona
Não sai de baixo da mesa/conheço bem o teu fraco
Ela
Tua cara é uma tristeza /tua cara é uma tristeza
Diz que conhece o meu fraco/será que não te disseram
Que pareces um macaco/te carrego na sacola
Ele
E eu desmancho o teu barraco/e eu desmancho o teu barraco
Me carregas na sacola /te jogo dentro da pia
Te asso na caçarola/te entrego pro meu cusquinho
Ela
Sai daqui seu zé patrola /sai daqui seu zé patrola
Me entrega pro teu cusquinho/comigo isto ninguém faz
Vem prá cá meu leitãozinho/aqui ninguém te castiga
Ele
Eu ando meio sozinho/eu ando meio sozinho
Aqui ninguém me castiga/ela já se apaixonou
Acabou a nossa briga/o juiz deu o sinal
Ele e ela
Prá acabar nossa cantiga/prá acabar nossa cantiga
O juiz deu o sinal/e o desafio do martelo
Está chegando ao final/viva o povo viva a deus
E viva o mundo em geral

Las canciones más vistas de

Teixeirinha en Mayo