Zélia Duncan

Dor Elegante

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Um homem com uma dor
É muito mais elegante
Caminha assim de lado
Como se chegando atrasado
Andasse mais adiante...

Carrega o peso da dor
Como se portasse medalhas
Uma coroa
Um milhão de dólares
Ou coisa que os valha...

Ópios, édens, analgésicos
Não me toquem nessa dor
Ela é tudo que me sobra
Sofrer vai ser!
A minha última obra
Hum! Hum!...

Um homem com uma dor
É muito mais elegante
Caminha assim de lado
Como se chegando atrasado
Andasse mais adiante
Hum! Hum!...

Carrega o peso da dor
Como se portasse medalhas
Uma coroa
Um milhão de dólares
Ou coisa que os valha...

Ópios, édens, analgésicos
Não me toquem nessa dor
(Por favor!)
Ela é tudo que me sobra
Sofrer vai ser!
A minha última obra
Ela é tudo que me sobra
Sofrer vai ser!
A minha última obra
Ela é tudo que me sobra
Viver vai ser!
A nossa última obra
Ela é tudo que me sobra
Ela é tudo que me sobra
Ela é tudo que me sobra
Viver vai ser!
Ela é tudo que me sobra
A nossa última obra!


Autor(es): Paulo Leminsky / Itamar Assumpção

Canciones más vistas de

Zélia Duncan en Octubre