Drogas tô fora

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

(Gilson Celestino)

BH Zona norte, Diz:
Caras pálidas a sussurar, me da o cachimbo da paz que eu quero viajar. (Bis)
Zumbis vagando pela estrada, porque o caminho de volta não vão encontrar.
Louca dependência, vida louca, louca vida, a delinqüência , a violência, que veio para ficar.
Caras pálidas a sussurar, me da o cachimbo da paz que eu quero viajar. (bis)
Suicídio, morte precoce, se derem sorte, é no manicômio, ou na cadeia que eles iram parar.
Essa é a realidade a mais pura verdade, com as drogas você não pode vacilar.
Caras pálidas a sussurar, me da o cachimbo da paz que eu quero viajar. (Bis)
Jovens carentes pobres inocentes, afastem -se das drogas. Não precisa ser um drogado para ter conceito para sonhar.
Todo mundo sonha, ta osso?
Escuta aqui moço as drogas te levam ao fundo do poço, o auge é passageiro.
Um dia a casa cai e tudo fica feio. Vem o medo, vem o receio sempre um corre, um fantasma a mais para te assombrar.
Sai fora assombração vai assombrar em outro lugar. Drogas to fora, drogas nem pensar. (Bis)
Sou geração saúde pode apostar.
Eu sou o cara, cara limpa, boa pinta, gosto de beijar na boca, gosto de namorar.
Sou geração saúde pode apostar, gosto de ficar no suco só no guaraná.
Sou geração saúde pode apostar, gosto de praticar esportes, gosto de estudar.
Sai fora assombração, vai assombrar em outro lugar. Drogas to fora, drogas nem pensar. (bis)
Ai vou te bater uma real.
A minha vida vale muito pode crer.
Então:
Vou viver saudável, vou viver consciente, vou viver sem as drogas vou me dar este presente. (bis)
Ai vou te bater uma real, respeite a vida diga não as drogas pode crer?
Humildemente, humildemente, fala que é nós


Autor(es): Gilson Celestino

Canciones más vistas de