Dunas

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Mês de março em Salvador
o verão está no fim.
Todo o mato está em flor
e eu me sinto num jardim

Quem sair do Abaeté
rumo à praia do Flamengo
não de carro mas a pé,
pelas dunas, mato a dentro

há de ver belezas tais
que mal dá pra descrever:
tem orquídeas, gravatás,
água limpa de beber

cavalinhas e teiús,
borboletas e besouros,
tem lagartos verdazuis
e raposas cor de ouro

Sem falar nos passarinhos,
centopéias e lacraus,
nas jibóias e nos ninhos
de urubus e bacuraus

Vejo orquídeas cor de rosas
entre flores amarelas
Dançam cores. Vão-se as horas
entre manchas de aquarela

Desce a tarde. Vem na brisa
um cheirinho de alecrim
Canta um grilo. Sinto a vida:
tudo está dentro de mim.

Mês de março em Salvador
o verão está no fim.
Todo o mato está em flor
e eu me sinto num jardim...


Autor(es): Rosa Passos

Canciones más vistas de

Rosa Passos en Enero