Erro Imortal

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Entre as cenas tristes, a pior que existe, fui eu que vivi...
Por um grande amor, que terrível dor, eu ontem sofri...
Fui à casa d'ela, bati na janela, e ela atendeu...
Para o meu desgosto, ao ver o meu rosto a janela bateu...

Ouvi sua voz, dizer que entre nós, tudo teve fim...
Procure outro alguém, que o ame também, e esqueça de mim...
Como eu poderia, esquecer um dia, quem eu tanto amei...
Este golpe forte, foi pior que a morte, eu não suportei...


Segui meu caminho, a chorar baixinho, por quem não me quis...
Em nosso passado, neguei que ao meu, lado ela fosse... feliz...
Quem mandou outrora, que alguém fosse embora, por coisa banal...
Paga no futuro, o preço com juro, o erro imortal...
(Bis)


Autor(es): Sargento Marra

Canciones más vistas de

Zazá e Zezé en Febrero