Escultura

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Cansado de tanto amar
Eu quis um dia criar
Na minha imaginação
Um mulher diferente,
De olhar e voz envolvente,
Que atingisse a perfeição.

Comecei a esculturar
No meu sonho singular
Essa mulher fantasia:
Dei-lhe a voz de dulcinéia,
A malícia de frinéia
E a pureza de maria.

Em gioconda fui buscar
O sorriso e o olhar;
Em du barry o glamour
E para maior beleza
Dei-lhe o porte de nobreza
De madame pompadour.

E assim, de retalho em retalho
Terminei o meu trabalho,
O meu sonho de escultor
E quando cheguei ao fim
Tinha diante de mim
Você, só você meu amor.


Autor(es): Adelino Moreira

Canciones más vistas de

Pery Ribeiro en Febrero