É Doida

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

É doida essa mulher
Doidinha, vixe como ela é

Sem mais nem menos me puxou pro rebuliço
Feito vara de caniço: mole e dura de quebrar
Dançou um côco, se melou feito pão doce
Depois do xote danou-se, num queria me soltar

Fuma de tudo, bebe feito pé-de-cana
Num tem um fim de semana que num caia no forró
Só fala gíria, usa piercing, tem pingente
Só falta matar a gente, ainda sabe catimbó

É doida

Paraquedista, surfista como ninguém
De arte sabe também
Foi assistente de Raimbeu
De astronauta foi dona de um terreiro
Deixou de rasgar quando viu o tocador

Toca pandeiro, se pinta de urucum
Quando vem o tum tum tum
Acelerar seu coração
Se entrega toda, viaja de mala e cuia
Manda tudo pras cucuia e vai simbora pro sertão

É doida

Brigou de tapa, já tocou no made in fêra
Jogou até capoeira, essa é de pagar pra ver:
Num esculacho porque lhe passaram a mão
Puxou pelo treis oitão e botou cinco pra correr

Um dia desse inventou de namorar
O cabra foi lhe agarrar
Antes de ouvir o “ sim”
Coitado dele que num teve paciência
Dois ovos saiu quebrado pela brechas do fucim


Autor(es): Beto Brito / Pedro Tavares

Las canciones más vistas de

Beto Brito en Noviembre