Fabio Soares

Enquanto Os Olhos Não Te Veem

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Faz alguns dias, minha prenda
Venho cismando solito
Na escassez do ranchito
Proseando com as lonjuras
Tentando entender as voltas
As cosas que a vida apronta
Cercado num faz-de-conta
Que a própria vida emoldura

Faz tempo, perdi as contas
Que a saudade ronda o rancho
Foi chegando de carancho
Num desses dias compridos
Me cevou um mate novo
E me apontou as distâncias
Onde pairam as lembranças
E meus lamentos sentidos

Enquanto os olhos não te vêem
Eu sigo com esta saudade
Que me acompanha, é verdade
Mateando comigo há dias
Enquanto os olhos não te vêem
Me resta juntar as rimas
E entre bordões e primas
Cantar minhas nostalgias

Nessas horas não há nada
Que sofrene meu anseio
E mesmo assim troteio
Co’este sentimento paveno
Mas quando o sol apontar
Embrazinando o horizonte
Mato a saudade de três ontonte
Do teu lindo jeito moreno


Autor(es): Fábio Soares / Jeison Reis

Canciones más vistas de

Fabio Soares en Mayo