Mind Da Gap

Esta Gente Sente

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Eu lembro-me de tocar campainhas, debaixo de olhares desconfiados,
De ouvir vozinhas, por dentro das cortinas,
De janelas fechadas, a gera toda cá em baixo à espera que mais algém descesse as escadas, percorrer entradas,
Estradas mal iluminadas, bafuradas, pelas ruas marcadas
Por vários marcadores e caixas de electricidade, num canto querendo
A cidade deixa muita saudade e dá vontade de esquecer o que se tem pra fazer, e o que se tem pra ganhar, só pra não se perder, só para recordar que esta gente que sente de maneira diferente, que esta gente sente

Velha escola, já lá vai tempo desde então e o que são, quilometros humanos que uniam a minha mão, senso dá quem te dá a ti,
O tempo não apaga sentimentos assim, são recordações, são memórias,
São vidas ligadas por páginasmesmas escritas e lidas, não são fitas nem fios
Esta merda é real, um abraço prós que conhecem este historial.

Refrão (x2)

Esta gente sente, de maneira diferente,
Que esta gente sente (que esta gente sente)
Esta gente sente, de maneira diferente,
Que esta gente sente (que esta gente sente)

O que é que sentes sobre a gente, que está à tua volta, sobre o ambiente que rodeia toda a tua vida,
Sobre coisas que tu achas que te fizeram, que te moldaram, te deixaram com histórias para contar (ou lembrar)
Isto faz-me pensar em tempos que não vão mais voltar,
Caga pró que dizem, tens é que aproveitar

Foi o que fiz e sou feliz, porque foi o que quis,
Quando chegou a altura meti os pontos nos Is,
Aliviei o nariz, mesmo por um triz, mesmo p'la raiz,
Da memória vivida de uma história sentida,
Do tempo que pessou, do quanto se fechou, do quanto eu estou

Debaixo de carroças nos refúgios, sesta à sombra no chão, com o botão das estrias a coçar o comichão das costas
Ninguém fala além da bala, ninguém xiba, do facto do ter jurado até a vala,
Luas cheias e chuvas fortes, finais de sol, enfiados em buracos místicos para saciar a fome,
De rimar, juntos estar, conversar e ideias trocar.
Por falar nisso está a girar mais um pensamento disperso, da minha gente em modo "reverse"
O espírito nostálgico, sente o passar dos paralelos calcados, e das grades, de braços dados, e típicas vestibueltas de fatos, versos trocados, dando os momentos bons que tenho

Amanhã posso deixar o mundo e de nada me envergonho,
Não é um grupo, nem são amigos, são irmãos de meios diferentes , esta gente
A minha gera realmente (a minha gera realmente...)
A minha gera

Refrão (x4)

Esta gente sente, de maneira diferente,
Que esta gente sente (que esta gente sente)
Esta gente sente, de maneira diferente,
Que esta gente sente (que esta gente sente)

(esta gente sente...)
(gente sente...)

Canciones más vistas de

Mind Da Gap en Agosto