MC Papo

Estilo Mineirinho

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

É nóis, pode crer!
Estilo mineirinho, ta ligado?!
Proibidamente, 2P...

O asfalto me criou, mas a favela me adota
Seu flou se acabou debaixo da mina bota
Nada importa quando eu fecho a porta
Apago a luz e faço tudo o que ela gosta...
Calor, suor, clima de amor
Sexo selvagem, perda do pudor
Nossa relação se resume a ralação
Do joelho, do chão ao fazer afelação...
Libido no ar, petrificação
Proteção, colatex e a lubrificação
Seu gemido me excita, cochicha, grita
Requebra de vagar roçando sua pepita...
O jogo só melhora se uma amiga participa
Posso realizar milhares de fantasias
Quero todos os sabores, cores, odores
Quero mil mulheres, quero mil amores
Belíssimas flores pra belíssimas mulheres
Queremos a do morro e também do melvedere...
Quero te provar, quero te amar
Seu gosto me custa só não gosto de gastar

Meu estilo é mineirinho, não sou moreninho
Mas eu sou tropicano faço com jeitinho
Se quiser pode vir, só pedir pra ouvir
Eu sussurro as loucuras calientes, sexy...

Meu estilo é mineirinho, não sou moreninho
Mas eu sou tropicano faço com jeitinho...

No falto-as ela já ta conhecida
Todos já provaram e aprovaram a carne oferecida...
Ninfetaria, pelotão de infantaria
Márcia, Michele, Mariana e Maria
Todo dia, toda hora
Sexo pra mim nunca foi a catapora
Se tu pega uma vez, pode pegar de novo
Vem lanchar salsicha com ovo, cardápio de luxo
Ela tem talento
Como diz mano J.: o bagulho é enfiar pra dentro!
Nova história, novo episódio
Romance, teremos mistura de amor e ódio...

Meu estilo é mineirinho, não sou moreninho
Mas eu sou tropicano faço com jeitinho
Se quiser pode vir, só pedir pra ouvir
Eu sussurro as loucuras calientes, sexy...

Meu estilo é mineirinho, não sou moreninho
Mas eu sou tropicano faço com jeitinho...

Ir do lixo ao luxo, da fêmea ao macho
Ela disse pra mim: Papo eu esculacho!
Vem e mexe só pra mim
Eu sou o bicho papão e vou te papar sim
Venha cá, eu estou na capital mineira
Mina pra cacete qualidade brasileira...
Me desculpe miss se eu sou vulgar
Mas seu jeito me excita não posso negar
Eu não posso negar o flou da neginha
Da loira, da ruiva e também da novinha...
Chocolate, baunilha, bateria ou pilha
Não importa a fonte e sim o que se liga

Meu estilo é mineirinho, não sou moreninho
Mas eu sou tropicano faço com jeitinho
Se quiser pode vir, só pedir pra ouvir
Eu sussurro as loucuras calientes, sexy...

Meu estilo é mineirinho, não sou moreninho
Mas eu sou tropicano faço com jeitinho...

Ela me provoca, me desafiando
Na tarde, colconhete essa aí ta me tirando...
69 de 22, a noite inteira só nós dois
Antes depois sempre uma aventura
Meu vício de ofício esse não tem cura
Relaxa, fogo no ziado bar
Proletariado pode até se transformar
Em novo rico, novo modo de vida
Dinheiro, poder sempre acaba em putaria
Suruba grupal, coisa de outro mundo
O Papo do asfalto apenas vagabundo...

Meu estilo é mineirinho, não sou moreninho
Mas eu sou tropicano faço com jeitinho
Se quiser pode vir, só pedir pra ouvir
Eu sussurro as loucuras calientes, sexy...

Meu estilo é mineirinho, não sou moreninho
Mas eu sou tropicano faço com jeitinho...


Autor(es): MC Papo