Fazenda Velha

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Eu já fui um sertanejo trabalhador do sertão
Na nossa fazenda velha servi de admiração
De tanto eu correr com o gado ate rasguei meu gibão

Eu também já carreirei com quatro bois educados
E levantei muito cedo pra tirar leite do gado
No tempo que eu era novo meu pai não tinha empregado

Eu também sou motorista, vou aumentar meu valor
Conheço Brasil inteiro, pra onde me mandar eu vou
Trabalho com qualquer maquina mais seja ela qual for

Mais agora é diferente, veja como aconteceu
Meu pai já foi sanfoneiro, hoje quem toca sou eu
Vou levando essa vida, sorte que Deus me deu

Las canciones más vistas de

Erivaldo de Carira en Septiembre