Farinha do Mesmo Saco

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

É de pouco conforto
para o paciente,
um médico que pensa
que nunca fica doente.

De igual modo sucede
em relação ao pecador
estar com um pastor
que pensa que nunca pecou.

Não que se erija uma estátua
em honra da enfermidade,
e muito menos,
para se honrar o pecado.

Mas é fato bem patente,
Que ninguém é inocente.

Pois todo mundo peca e enferma.

Então onde é que reside a diferença.
entre médico e doente,
e o pastor e o descrente?

Quanto à natureza que temos,
naquilo que somos de nós mesmos,
não há qualquer diferença.

Somos farinha do mesmo saco.

Foi da mesma pedra que fomos cortados.

A diferença só pode estar então,
tanto para o médico, para o paciente,
para o pastor, e para todos os crentes
e também descrentes.
Em se ter Jesus na vida,
porque é o único e grande fator
que é eterno e diferenciador
na vida de todo pecador.

Porque é nele somente que qualquer pessoa
pode ser aceita por Deus e perdoada.

O homem não é inocente.
Deus não pode dizer
que alguém seja inocente perante Ele.

Todos pecam, e são igualmente culpados.

Mas se não pode inocentar,
todavia pode e quer perdoar,
porque um preço de morte,
um preço de vida,
um preço altíssimo,
já foi completamente pago
para satisfazer a Sua justiça:
Jesus Cristo que se ofereceu
para morrer em nosso lugar,
carregando o nosso pecado.

Recebamos o Seu perdão
com sincera gratidão,
apenas com fé no Eterno,
e com humildade de coração,
porque nada há em nós mesmos
que pudesse lhe pagar,
um tão alto e infinito preço,
relativo à nossa salvação.


Autor(es): Silvio Dutra

Las canciones más vistas de

O Evangelho da Cruz en Septiembre