Canção Nativa

Farrancho na Serra

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Me bandeei pra farra de bombacha nova
Preciso dá uma sova na sola da bota
Cheiroso com uns pila vou campear namoro
E hoje não tem choro, vou levar na maciota

Galopeando pingo, cortando sereno
O mundo fica pequeno pra achar um fandango
É no upa e já que avistemo o rancho
E as prendas se desmancham porque eu tô chegando

Farrancho na serra, lá sempre amanhece
E quem vai não esquece, quer voltar de novo
Num canto um candeeiro queimando faceiro
No outro um gaiteiro pra alegrar o povo

Depois de umas marcas me sinto disposto
Dançando agarrado, rosto com rosto
E a china faceira tranqueando provoca
E me dá pra soca, tá bem pro meu gosto

E eu que sou da lida, não guardo segredo
Aprumo sem medo pateando garboso
Já proseei com a china, vamo se atraca
E quando a gaita parar se larguemo pro poso


Autor(es): Gilmar Silva Da Rosa

Canciones más vistas de

Canção Nativa en Agosto