AXL

Feito Com A Gente

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Tentando ser uma pessoa boa e o melhor mc
Bati na mesa do jogo, eu assumo daqui
Se não gostou forma fila
Derrubo um por um e quem fugir garanto que eu busco na mira
Descobriu, porque só eu rimo na minha banca, hein?
Sumi por 2 anos e a cena ainda tá fraca, hein?
Então pensando bem, ao falar de mim

Lembra que, não to no rap pra comer mina no camarim
Se é isso que vocês precisam... Eu jogo terra em cima
Em uma noite tranquila, sem nem esquentar o clima
Tá no meu sangue, não levo desaforo pra casa
Minha casa é meu estúdio, quando eu rimo é um dilúvio
Tira à mão, a questão, aqui é rima
Não abre o bico, aqui não é lugar de opinar
Verso mais quente da fita, mc’s vou cremar
Qual é o problema em acordar a cena?
Junta os pano, as bombeta e os tênis, os relógio e as corrente
Nunca vai valer um hit desses feito com a gente
Seu dinheiro, seu status, sua maldade não vende
Meu amor, minha essência, minha luz

Esse verso é pra por medo no aécio, kassab
E no resto dos mc’s em qual a carapuça cabe
Eu sei que é foda assumir
Que o bagulho que você ama e sacrifica só tende a cair
Por isso que, to dando meu melhor é melhor dar o seu melhor
Senão vou destruir, seus fãs não vão te ouvir
Rei que faz o lance não se move no jogo
Deu pra entender? É melhor entender, não vou falar de novo

Pelo bom senso, não vou ser extenso
Só quero os bons tempos, não explico o que penso
Sou a volta do pêndulo, quero menos luz
To na minha zona, se for preciso coloco nome em túmulos
A razão do meu acúmulo é o seu incômodo
Sem modo para acomodados, certeza que estão acordados?
Acabei de roubar a cena debaixo dos seus olhos, vendados

A verdade é que parece muita coisa, mas é a mesma coisa
Isso que aconteceu foi a melhor coisa, ruadoflow o novo legado
Junta os pano, as bombeta e os tênis, os relógio e as corrente
Nunca vai valer um hit desses feito com a gente
Seu dinheiro, seu status, sua maldade não vende
Meu amor, minha essência, minha luz

Eu era refém, mas agora eu luto, não mais mudo, dou meus pulo, fazendo de tudo a partir do ponto que foi ao mundo e arrepio alguém, me arrepio também
A sessão mais loca de todas, calando a boca de todos, eu to com a fome e foda-se, assim não pode foda-se assustei também, aqui nós vamo além, deposito minha alma meu amor, manda a conta aproveita e vem, e quem quiser também.


Autor(es): AXL