Filho

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Filho é uma coisa estranha
Para uma mãe nunca cresce
O amor a paixão é tamanha
Que até os defeitos enobrece

Um dia choram escandalosamente
Num outro riem contagiosamente
Deixam-nos preocupados quando ficam doentes
Com a graça de DEUS saram, nos fazendo bem contentes

A cada dia vão ficando mais levados
Mas quando quietos nos deixam encucados
Aprendem tudo com facilidade invejável
Mais fácil ainda o que não é aconselhável

De repente pensamos que o que chora é o da gente
Então percebemos que o choro é tão diferente
Fechamos os olhos e dormimos novamente
Lembramos que ali não tem mais choro inocente

O amor de mãe é tão profundo
Que queremos dar a eles o mundo
O amor de mãe é tão grande que no fundo
Queremos protegê-los do mundo


Autor(es): ALÉSSYA

Las canciones más vistas de

Aléssya en Noviembre