Filho de Carpinteiro

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Era um pobre carpinteiro
Mar vivia do dinheiro
Que lhe dava a construção
Tinha um filho jornaleiro
Labutando o dia inteiro
Ajudava o ganha pão

Menino grita:

Jornaleiro
Olha o jornaleiro
jornaleiro

Quando amanhece o dia
O coitadinho saía
Com o frio da madrugada
Anunciando a novidade
Do sertão e da cidade
Gritando pela carçada

Jornaleiro
Olha o jornaleiro
jornaleiro

Quem via aquele menino
Magrinho bem pequenino
Pé no chão esfarrapado
O povo sempre ajudava
Seu jornais tudo comprava
Do pobrezinho, coitado

Declamado:
Uma tarde de setembro triste fato acontecia
Um pobre homem coitado a sua vida perdia
Do último andar de um prédio um carpinteiro caia
Jornais tudo anunciava a notícia no outro dia

Jornaleiro
Olha o jornaleiro
jornaleiro

Pobrezinho jornaleiro
Anunciando o dia inteiro
Sem destino lá se vai
Sua lágrima rolava
Quando em vois arta gritava
A morte do próprio pai.

Jornaleiro
Olha o jornaleiro
jornaleiro
Olha o jornaleiro


Autor(es): Tonico / Zé Paioça

Las canciones más vistas de