Fim do Sonho

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Atrás da mata, olho da mulata
Inauguro o movimento de papel e prata
Estreita, torta, entrada sem porta
Criança sorri de joelho morta
Estende a mão, luar do meu sertão
Só lidar com gente honesta, solidão!
Vejo um ladrão segurando a escopeta
O moleque pobre saindo da igreja
Quem sabe no futuro diretor de empresa
Ou mais um ladrão matando com frieza
Alguém catando fruta pra não ter despesa
A mina grávida, no quarto com goteira
Estrela de rua não brilha no céu
Menino falcão vendendo papel
Pior que tá cruel o crime não é mel
Na periferia não tem papai noel
Nasci nisso vivo nisso, vou morrer aqui
E mesmo no inferno vão me perseguir
Geralmente acaba tudo sendo grana e mulher
Dessa vez é diferente fogo no meu pé
Me diz: Com quem tu anda e eu direi quem é
"Malandro é malandro, mané é mané"
O tempo é de caça tv não passa nada
A lua me convida vou sair de casa
Tomo a portaria enquadro o mão branca
Alô, quem tá falando é o felipe mano!
Responsa 10 anos são tantos no ponto
Perfume, moleton a mina me esperando
Olho no espelho mudo o naipe me levanto
Bença dona nice pela ordem, te amo
Na rádio toca um som quem será tá ligando
Essa noite tive um sonho, mas que barato estranho
Um pivete chorando alguém seca seu pranto
Nossa vida não é boa, mas te amo tanto
O que tá acontecendo o que tá pegando
Tique taque o tempo tá passando e eu aqui sentado
No banquinho conversando, junto com os mano
De vagar chegando, queria levantar porque não levanto
Alguém está sangrando será o fim do sonho
Critico contesto leis que não funcionam
Mas em são paulo todo mundo ferve junto
Sobreviventes do inferno no terceiro mundo
Se hitler fosse louco, beethoven não é surdo
Compõe rap do bom pro rei do sub mundo
Ouço minha mãe vai com Deus
Menino vê se não demora, tô esperando filho
Quem ama a liberdade sacode vem comigo
Rumo a curtição seguindo meu destino
Manhã chuvosa dia de domingo
Me sinto angustiado rezo o pai nosso
Peço proteção se Deus quiser eu volto
Na rua, no bar, vários carro estacionado
(Era uma vez...) o cara certo no lugar errado
A necessidade caminha lado a lado, me aproximando já era eu tô aqui firmeza total cheguei vamos curtir, desculpa a demora salve rapaziada!
2 Toques no farol 3 minutos hora marcada
O mano era casado tô rindo até agora
Onde você estava cachorro, canalha
Abro a porta do opala caio fora
A loira me pergunta qual é sua graça
Um mano sangue bom há 4 meses na prisão
Reincidente cara justo 157 bom ladrão
De ponta a ponta, 5 anos na detenção
A fita é boa, "mô" mamão, só catar demorou
Mas ele diz: Que não ex presidiário quem vai entender
Tem conta pra pagar precisa comer
Saudade da família não quer se envolver
Prefere esquecer o que te fez sofrer
Cadeia, depressão, futebol, auê onde o filho chora e a mãe não vê
"Para Deus e os humanos" o que há dentro do meu coração
Eu tenho guardado pra te dar e todas as horas
Que o tempo tem pra me conceder são tuas até morrer
"Pela verdade, pela tristeza e pela honra que sinto..."
Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão
Todos os dias da minha vida
E habitarei na casa do senhor por longos dias. Salmos 23: 6


Autor(es): Mc Big Ben

Las canciones más vistas de

Mc Big Ben en Noviembre