Adeildo Vieira

Fluvial

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Os rios da minha infância banham todo o meu rosto
E o lado oposto da minha idade
A saudade dá saltos mortais e se enxuga na memória

Os rios deságuam os meus trinta anos
E o oceano seca meus olhos
Ainda seco, meus olhos não querem mar
Nem a matéria do asfalto
Que pões a saudade a quarar


Autor(es): Adeildo Vieira / Chico Lino Filho

Canciones más vistas de

Adeildo Vieira en Octubre