Zilo e Zalo

Flor do Ipê

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Foi num dia visitando uma palhoça
Conheci na minha roça
Uma cabocla inda criança.
Essa pestinha de oiá meigo, tão singelo,
Linda boca, dente belo
Prometeu-me uma esperança.

E ficou moça, ficou grande, foi crescendo
Sempre e sempre prometendo
Que comigo se casava;
Mas um danado de um caboclo feiticeiro
Que a chocava o dia inteiro
Meu amor enfim roubava

Cabocla, linda frô do ipê
Eu quero casá com vancê (bis)

Fiz minha reza,
Chorei tanto, praguejei
Afinal nada arranjei
A cabocla se casou
Desiludido
Vim morá cá na cidade
A chorá minha saudade
Todo o meu primeiro amor.

Cabocla, linda frô do ipê
Eu quero casá com vancê (bis)

Passado um ano
A notícia me chegava
Que o caboclo abandonava
A marvada no sertão
Fiquei contente
Ri inté de alegria
A cabocla que eu queria
Pagou pela ingratidão

Cabocla, linda frô do ipê
Agora quem sofre é vancê (bis)