Canção Nativa

Força Divina

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


No sopro do vento que balança o galho
Na gota do orvalho molhando o capim
No sono tranquilo do recém nascido
No céu colorido do dia no fim

Na voz que agradece o pão sobre a mesa
No fim da incerteza da cura da doença
No pai orgulhoso do filho educado
Que diz obrigado e que pede licença

Aí que eu vejo a luz da verdade
E a simplicidade nas coisas do além
E a todo momento vem nos amparando
E sempre mostrando o caminho do bem

Aí que eu sinto de Deus a presença
E a vontade imensa que é tão evidente
Aí que eu vejo a força divina
E a fé que ilumina os passos da gente
(Nossa fé que ilumina os passos da gente)

No largo sorriso depois do perigo
No abraço do amigo na hora da dor
No ser que perdoa os tombos da vida
Na mão estendida em nome do amor

Na boa palavra que prega a esperança
Certeza e confiança de um tempo melhor
No homem que sabe que o mal existe
Mas nunca desiste pois Deus é maior


Autor(es): Adilson Serra / Dionisio Costa

Canciones más vistas de

Canção Nativa en Agosto