Jaimão

Fui cagar ao cemitério

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Badababum, badum, badum, badum, badero
Badabadum, badum, badum, badum, badero

Fui cagar ao cemitério
numa noite de luar,
levantou-se um morto e disse
vai cagar para outro lugar.

Badababum, badum, badum, badum, badero
Badabadum, badum, badum, badum, badero

Enterrei a minha sogra
lá para os lados de Alaga,
deixei-lhe a cabeça de fora
para me fazer uma mamada

Badababum,badum,badum,badum,badero
Badabadum,badum,badum,badum,badero

Passei pela tua rua,
cheirou-me a bacalhau frito,
espreitei pela fechadura
estavas tu a levar no pito

Badababum, badum, badum, badum, badero
Badabadum, badum, badum, badum, badero

Fui cagar ao cemitério
atrás de um arvoredo,
levantou-se um morto e disse
tens um cu que mete medo

Badababum, badum, badum, badum, badero
Badabadum, badum, badum, badum, badero

Enterrei a minha sogra
dentro de uma sarjeta,
deixei-lhe a mão de fora
para me bater uma punheta

Badababum, badum, badum, badum, badero
Badabadum, badum, badum, badum, badero

Passei pela tua rua,
cheirou-me a bacalhau cru,
espreitei pela fechadura
estavas tu a levar no cu

Badababum, badum, badum, badum, badero
Badabadum, badum, badum, badum, badero

Fui cagar ao cemitério
lá para a campa do Herodes,
ele levantou-se e disse
sai daqui que ainda te fodes

Badababum, badum, badum, badum, badero
Badabadum, badum, badum, badum, badero

Fui buscar água à fonte
com sapatinhos de Lona,
escorreguei parti a pilha
espetei os sapatos na cona

Badababum, badum, badum, badum, badero
Badabadum, badum, badum, badum, badero

Fui mijar a uma caixa
com a água na posseta
Levantou-se um sem abrigo
e bateu-me uma punheta

Badababum, badum, badum, badum, badero
Badabadum, badum, badum, badum, badero
Badababum, badum, badum, badum, badero
Badabadum, badum, badum, badum, badero
Badababum, badum, badum, badum, badero
Badabadum, badum, badum, badum, badero
Badababum, badum, badum, badum, badero

Canciones más vistas de

Jaimão en Junio