Gaviões da Fiel - Samba-Enredo 1990

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

[Enredo: O Homem Nasceu Para Voar]

Sonhei, sonhei
Voando amor
Além do espaço sideral
Sou Gavião, sou multidão
Sou carnaval

Sem fronteiras, sem limites
Solto as asas da imaginação
Sou um pássaro dourado
Ou um concorde turbinado
Pra pousar nos corações

Imaginei
Como eu podia ser feliz
Voar num sonho tão bonito
No espaço infinito
Como um lindo beija-flor
Flutuar com a passarela
Num tapete voador
Eu acordei foi tudo ilusão
No asfalto o samba é empolgação

Vem amore linda morena
Balançar comigo num balão

É assim que eu vou sambar cantar
Como criança colocar pipas no ar
Neste palco da emoção
Vou de nave e de avião
Com o pai da aviação
E as máquinas que construi valeu
Digo que o voo sou eu

Quem vai a lua vai ao sol
E as estrela porque
Livre voando vivo a era espacial


Autor(es): Pantera / Rogério PC

Las canciones más vistas de

Samba-enredo en Mayo