Gostar de Ser Tudo

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Vou aprender com você a gostar de ser tudo
De sempre abrir as janelas e as portas do mundo
De caminhar nas florestas debaixo do sol
E me abraçar com seu corpo debaixo do sol
Vou me pedir pra viver por mais tempo sonhando
Pois as estradas no tempo vão se clareando
Quero saber se algum dia vou me dissipar
Como esse corpo da brisa que corre do mar
Quero aprender com você a brincar com o destino
E completar pra valer esse jogo perdido
De caminhar nas florestas debaixo do sol
Assim como às vezes corremos em nosso lençol
Acho que a vida não para pras minhas besteiras
Nem com a emoção que domina essas minhas maneiras
A solidão me transpassa com setas tão finas
Lágrimas secam nos olhos e salgam as retinas
A boca também salgada das algas do mar
E das lembranças que o tempo não quer ocultar
Vou aprender com você a gostar de ser tudo
De sempre abrir as janelas e as portas do mundo


Autor(es): Lula Côrtes / Tito Livio

Las canciones más vistas de

Tito Lívio en Noviembre