Alapada

Hoje

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Saio de casa bem cedo
De madrugada pra chegar ao meu trabalho
Todo santo dia
Ando estressado
É muita ralação, e pouca diversão
A mil feito um louco, sempre apressado
Não sobra tempo pra nada

Já não posso mais viver assim, abra porta da senzala
Acabou a vida escrava, minha carta de alforria,
Eu quero assinada

Hoje, vou fazer só o que eu estiver afim
Hoje, é o dia que eu preciso para mim
Meu dia é hoje, meu dia é hoje

Agora eu quero é sossego, a regalia desfrutar
Pela recompensa, de tanta correria
Estou esgotado, não é fácil não, segurar essa pressão,
Passando sufoco, nessa babilônia, não sobram forças pra nada


Autor(es): Evandro Schiruder / Julio Fonseca / Naná Escalabre