Grana Fácil

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Andei em busca de poder nessas ruas
Encontrei solidão
O mundo te oferece o que tem
Coloca o malote na sua cara e uma pistola na mão
Assumo que eu deixei meus sonhos de infância
Totalmente enterrados no chão
Sempre correndo atrás de grana fácil
Querendo grana fácil
Se bem que nesse mundo o que vem fácil
Some fácil também...

Em busca dos malote
Os muleque sai na febre, sorrateiro dando bote
Sonhando com mansão
Atraindo os holofote
Na fita de mil grau detonando o carro forte...

Metendo um psico nos play boy
Tomando vinho do porto, na frente do aero porto
Aprendi que meus herói tavam morto!
O mundo não é belo pra quem não sabe
Q que é ter conforto
Vou desmontando um rifle
Pensando no poder de consumo que o mundo
Me oferece com as grifes
Focado nos olhares e colares das madames
Aponto uma automática o mundo fica em pane
Chego assim, monstrão no perfil robin hood
Colando na quebrada de megani:
Saúde!
Dois dia sem dormir cercado de paranóias
Pensando num plano pra esconder essas jóias

Andei em busca de poder nessas ruas
Encontrei solidão
O mundo te oferece o que tem
Coloca o malote na sua cara e uma pistola na mão
Assumo que eu deixei meus sonhos de infância
Totalmente enterrados no chão
Sempre correndo atrás de grana fácil
Querendo grana fácil
Se bem que nesse mundo o que vem fácil
Some fácil também...

Em busca dos malote
Os muleque sai na febre, sorrateiro dando bote
Sonhando com mansão
Atraindo os holofote
Na fita de mil grau detonando o carro forte...

Você lembra da sua chance?
Lembra em que tudo parecia que estava ao seu alcance?
Lembra do dinheiro que fez no primeiro assalto?
E do segurança tombando alí no asfalto?
Agora ferido, uma bala no umbigo
Vendo o seu próprio sangue manchando seu vitiligo
A ilusão de um bandido perdendo seus sentidos
Não sentiu a dor do tiro só ouviu o estampido
Os seus sonhos de consumo; indo em outra direção
Os polícia na neurose; indo em outra direção
A mansão, o conforto; indo em outra direção
Desmaiado no volante, perigo na contra mão!!

Andei em busca de poder nessas ruas
Encontrei solidão
O mundo te oferece o que tem
Coloca o malote na sua cara e uma pistola na mão
Assumo que eu deixei meus sonhos de infância
Totalmente enterrados no chão
Sempre correndo atrás de grana fácil
Querendo grana fácil
Se bem que nesse mundo o que vem fácil
Some fácil também...

Em busca dos malote
Os muleque sai na febre, sorrateiro dando bote
Sonhando com mansão
Atraindo os holofote
Na fita de mil grau detonando o carro forte...

Las canciones más vistas de

Terra Preta en Noviembre