Gritos de Aflição

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Gritos de aflição e da multidão
Vivendo a crimolândia que p*** essa então ?

Que f** se o irmão que tira a vida do outro
Por causa dessas merdas f** se vocês todos

Eu não vivo isso mas tenho amigos que vivem
Isso me indiguina são poucos que sobrevivem

Crianças nascem, nulo fazem
Tudo que não podem fazem
Porque os drug dealers manda e eles cumprem se não morrem

Eu to cansado de ver essas paradas
Aqui o bandido controi casas de armas
E a policia que antes fazia nada
Agora resolveu tomar controle dessas paradas

Olha o tumulto no complexo do alemão
Muitas vidas ja perdidas onde se esconder irmão
Se traficante sumiu # o bope invadiu
A midia fora publica violencia no brasil

E a população que entrou no desespero
Alguem foi baleado ali na vila cuzeiro
Talvez seja um civil # um policial
Ou então um traficante bob diller marginal

Parece até um filme, as cenas do crime
Baseam se em fatos reais do mesmo filme
Miudos deixam a escola pra viver a fantazia
De se tornar o tal # rei da periferia

Tudo que não podem, ontem, ouvem
Adolescente fodem, sem preservativo
Por causa dos maiores drug dealers da hood #

O povo sem esperança ja perdeu atitude

Nem que tudo que se faz aqui na vila convém
Mas todos querem grana e a grana traz poder
Traz carro, traz casa traz muito mais mulher
Traz medo insegurançã traz o que se vai comer

E quem vai morrer ? no final da historia
É sempre um menino que vem saindo da escola
Coitado inocente pega uma bala perdida
Mais um vitima do crime acaba de perder a vida

Las canciones más vistas de

Kanhanga en Noviembre