Tijuquera

Iansã

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Olha, que balaio!

Corre vento, tempestade, não é brincadeira
Saravá, minha mãe Iansã guerreira

Ela é vento que move toda ventania
ela chega, ela gira
ela vem consumar
ela é nossa rima

De repente ela vence por trás do horizonte
com seus nove raios
trovões vêm anunciar
Ninguém chega a lugar algum, nenhum

Oiá de Bali, balaio


Autor(es): Davila