3030

Homenagem À Vida [Acústico]

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Eu 'to pronto pra guerra, irmão, desde menor
De todos os males é o menos pior
Deixa o som me guiar, deixa o som me guiar
Eu lembro da minha terra, é saudade, a maior
Mas que se foda em vim pra ganhar
E se não for, não vai dar pra voltar
Não vai dar pra voltar

Então, foco no jogo, primo
Aqui de cima ainda vejo muito mais fé no meu rumo
Mesmo com o céu caindo
O mundo não faz mais por mim
Mas eu sou nascido pra batalha e não tem tempo ruim
Fui criado pelo som
Visões padronizadas não cabem no meu padrão
Eu fui cobra criada, eu vou atrás da minha missão
Eu 'to com tempo pra tudo, hoje eu sou meu próprio patrão
Esses cana não me assustam, eles vivem ao meu lado
Onde vivia o crime, mas hoje ele que oprime
E já que 'tá tudo errado
Eu preferia o crime, igual todo mundo aqui, então
Isso não define mais, enfim

O sóbrio segue atrás da grana
E os louco atrás de objetivo maior
Hoje eu não 'to tão só sóbrio assim
Os louco segue atrás da grana
E o sóbrio atrás de objetivo maior
E hoje eu não 'to tão só sóbrio assim

Eu 'to pronto pra guerra, irmão, desde menor
De todos os males é o menos pior
Deixa o som me guiar, deixa o som me guiar
Eu lembro da minha terra, é saudade, a maior
Mas que se foda em vim pra ganhar
E se não for, não vai dar pra voltar
Não, é melhor nem voltar
Não, porque eu 'to

No ponto exato entre o respeito e a indiferença
Ponta da caneta pronta pra escrever a sentença
Sei que é loucura, vem pros que mais pensam
Não importa o resto, eu agradeço o dia que é uma bênção
E hoje eu aprendi, não importa o quanto rezam
Defendem amor, mas se interessam, enquanto os bolsos pesam
Não, em cada corre a inspiração
E todo dia eu tento trazer esse poder pra minha mão
Eu penso até em voltar pra casa, até em seguir outra trilha
Mas pra mim o rap é sangue, eu vou tentar curar as feridas
O som me guia até o último dia
E quando eu morrer, toque essa aqui na minha despedida
Em homenagem à vida, eu não 'to só como eu achava
E se eu tivesse pela grana era no banco à mão armada
Hoje sei qual é meu trunfo
Pra mim, guerra não é arte e e nem sucesso e nem triunfo
Só vim fazer minha parte
E depois eu volto
(Depois eu volto, depois eu volto)
Depois eu volto pra minha terra
Eu volto pra Bahia
Sei que tem gente me esperando lá
Mas eu não vou voltar de mãos vazias

Me deixa aqui que eu não vou me perder
Não vou
Deixa que eu vou voltar
Deixa que eu vou voltar
Voltar
Eu 'to pronto pra
Voltar
Eu 'to pronto pra
Voltar, voltar
Deixa, eu 'to pronto pra
Voltar
Pronto pra voltar, voltar


Autor(es): 3030