Imperatriz Leopoldinense 2015

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Hoje vai ecoar no rufar do tambor
Ô ô ô ô ô ô ô
O ritual começou...
Madiba, a voz que nos diz
Axé-nkenda... Axé imperatriz

Baobá...
Leva o meu canto nessa noite...
Num ritual de liberdade
Vou semear a igualdade...
África terra sagrada de harmonia e amor
Viu brotar "jóias raras", um esplendor
No seio da natureza...
Tamanha diversidade...
Chão de riquezas...
Mar de saudade...
Ao vento navega o invasor
"Escravo, respeite o senhor"
Mas Deus lhe deu brasilidade

Vai ter jongo e capoeira,
Zum zum zum zum zum zum
Vem dessa gente que ginga o nosso ziriguidum
Dança africana...
Batucada brasileira...
O couro come a noite inteira

O negro que irmandades criou.
Fez a arte desfilar
É o mesmo que gritou
Em palmares foi lutar...
E não perdeu sua fé
Carrega nas veias a força do ejé
Prum mundo novo de esperança e paz
Vem na palma da mão que é pra gente firmar
Os tambores de ramos ninguém vai calar
Ouçam a nossa voz
Preconceito jamais... Jamais...
Somos todos iguais


Autor(es): Carlos Kind / Diego Moura / Edu Da Penh / Jorge Arthur / Josimar

Canciones más vistas de