Império da Tijuca 2015

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Ô ô ô oxum (ora Iê Iê ô)
É Oxum
Nossa padroeira a desaguar
A fé no coração de cada um

Brilha a coroa imperial
Nas águas doces de axé
Cai a chuva de Orum
Abençoa o aiê, nasceu Oxum
A dona do ouro e da beleza
A força da natureza que Ododúa gerou ô ô ô
Com Ogum venceu batalhas
Com Oxóssi, rei das matas
Viveu seu grande amor
Exu deixou se enganar pelo poder da sedução
O segredo da magia no jogo de adivinhação

Lá vem a iabá disputar
Com obá a paixão de Xangô
Caô é o rei maior
Depois virou pomba dourada e voou
Do Alafin de Oyo

À rainha de nossa fé
Sinfonia dos afoxés
O presente das águas à luz do luar
Renasce do ventre de Iemanjá
Senhora tão belo seu ilá
Com seu abebê encantado ela dança
Fertilidade, esperança, deusa, menina, mulher
Mãe das mães reflete a luz da vida
Nesta avenida axé
Como é bom te ter, a formiga é você
O samba em oração é nossa voz
Rogai por nós


Autor(es): Alexandre Alegria / BOLA / Dudu / Gallo / Marcão / Marcio André

Canciones más vistas de

Wander Pires en Febrero