Mind Da Gap

Invicta

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Sentado contigo, olho pro teu umbigo
Vejo como tudo já faz sentido
Cada linha escrita sobre ti
Esta é só mais uma eu nunca vi
Nada assim, deve ser a bruma
O teu mistério, és única
(Firme) como o granito aos teus pés te edifica
Fica, nada te faz tremer, solidifica
Sinto o nevoeiro denso, primeiro penso
Antes de escrever, acendo o incenso
Deixo fluir, olho para ti choro
A única mulher que eu nunca ignoro
Sempre presente, mesmo quando estou ausente
Deságuo na tua foz, física e mentalmente
Tenho a tua imagem, teu postal na alma
Tua foto, classe, sensações no meu karma

Invicta, teu sabor, teu cheiro, a tua cor e eu sei
Que vives dentro de mim, sabes que eu vivo para ti

Dás-me a volta a cabeça
Estas sempre lá impedes que me esqueça
Fazes-me fazer coisas que mais ninguém me peça
Que recuso, ignoro, comparado contigo,
Já nada me interessa
Há pessoas que a tua volta ficam estranhas
Outras ficam dóceis nas tuas entranhas
Há quem te prefira de noite ou dia
Mas eu respeitei-te, deste-me tudo o que queria
Fria por fora, a mais quente por dentro
Cada curva tua, transpira sentimento
Respiras coragem, luta, honra, glória
Expiras selvagem, virgem, toda a história
Na memória, trago fragmentos de ti
Foste a primeira inspiração da acção deste mc
Sofri, mas marquei-te para sempre no corpo
Senti, nunca me separo de ti- nem morto.
Não é qualquer um que te pode tocar, sentir
Podes-te virar, magoar, atingir
És como mil espelhos virados para mim
Virados para nós, um reflexo sem fim
Nasci contigo, aprendi contigo
Vou morrer contigo, estás orgulhosa comigo
Orgulhosa conosco, somos teus
Mesmo que peguem em nós e ponham no banco dos réus
Crias homens que morrem pelos seus sofrem pelos seus
Das tripas-coração pelos seus eu e os meus
Dedicamos-te este poema, este tema, (invicta)
És a personificação extrema
Da amizade, humildade, lealdade
Juro fidelidade para toda eternidade
Quando partir, toquem no ódio e no amor
Queimem a bandeira do porto, eu parto sem dor
Invicta, poesia em cada esquina, inspiração divina
Um rio dourado afogado na neblina
O amor da nossa vida, (invicta)


Autor(es): Mind Da Gap

Canciones más vistas de

Mind Da Gap en Octubre