Irmãos De Sangue

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Um pai de família por ser operário
Passava na vida uma fase ruim
Perdeu seu emprego ficou sem salário
E as economias chegaram ao fim
Pedindo a prazo num supermercado

Assim explicava a situação
A maior tristeza da vida de um homem
É ver seus filhinhos chorando de fome
E não ter de onde ganhar o seu pão

O proprietário chamando a gerencia
Respondeu apenas não vendo fiado
Por certo bem cedo irei a falência
Se ajudar a todos os desempregados

Embora o senhor seja conhecido
E venha pedir pela primeira vez
Pode acreditar uma coisa é certa
Continuaremos de portas abertas
Trazendo dinheiro será bom freguês

O pobre operário saiu à procura
De outros amigos mas pouco arranjou
Voltou para casa trazendo amargura
Então finalmente outro dia raiou

Ligando o seu radio ouviu a noticia
De um grave acidente que um homem sofreu
Chamava urgente naquele hospital
Pra salvar alguém que passava tão mal
Por falta de sangue do tipo do seu

E foi só pensando em salvar essa vida
Que saiu correndo com grande aflição
Pra chegar a tempo por que sem dinheiro
Nem mesmo podia tomar condução

E foi retirando o seu sangue da veia
Que ele sentiu-se mais realizado
E notou que era Deus que estava guiando
Ao ver que seu sangue estava salvando
A vida do dono do supermercado


Autor(es): Jonathan / Manoelito Nunes

Las canciones más vistas de

Valderi e Mizael en Septiembre